top of page

#day93 – acerca do equilíbrio 

Dei por mim doente, exausta e sem força. Dei por mim sem amparo nas rotinas e no pé no chão. Dei por em viagens intercontinentais a cada 15dias e pensei: preciso parar.

Às vezes o mundo vai depressa de mais. Segue a um ritmo alucinante. De tal forma que me perco nas suas curvas sem saber como. Às vezes tudo é tão repentino que o corpo cede em farrapos dos limites que não pode tolerar.

Então observo os dias e sigo mais branda. Respeito mais o que me vai dentro, e aproximo-me de mim. Deixo para lá os aviões e fico cá dentro. Recolho-me bem fundo. Para que a alma possa descansar de tanta agitação.

Às vezes gosto tanto desse recolhimento que até gostaria de aí ficar para sempre, mas logo a vida me coloca na sua maré dizendo: “minha filha, há tanto mundo para percorrer lá fora” ❤️

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

O espelho

Comments


bottom of page